Com as consideráveis altas nos preços da carne suína nas últimas semanas, o mercado em minas apresenta duas vertentes. Diminuição das vendas no varejo tendo em vista os altos preços praticados, e em contrapartida, uma remuneração maior pago aos produtores devido às exportações darem sustentação as cotações atuais. Para os produtores um ótimo momento, para frigoríficos diminuição nas vendas e estoques mais elevados, e para o consumidor final, menos carne na mesa. 

Não houve reunião presencial entre produtores e frigoríficos para definirem os preços a serem praticados na próxima semana, porém, as partes decidiram pela manutenção dos preços até a próxima reunião.


Bolsa fechada em BH: R$4,50 kg./vivo no atacado.

 

Parceiros